2° Grumete FZ Carlos Alberto Marques Mendes homenageado pelo Município do Barreiro e pela Marinha Portuguesa

No âmbito da Homenagem ao 2° Grumete FZ Carlos Alberto Marques Mendes realizada pelo Município do Barreiro e pela Marinha, teve lugar, no dia 10 de março, (junto ao parque infantil, na Av. Bento Gonçalves), o descerramento de uma placa evocativa de Homenagem ao militar, habitante do Barreiro, falecido há precisamente 32 anos, no acidente ocorrido a bordo do NRP António Enes à entrada do porto da Horta, nos Açores.

Para o Presidente do Município do Barreiro este dia “é de emoções, de gratidão e de reconhecimento”.

Partilhou os sentimentos de “camaradagem e dedicação” sentidos pela Marinha e pelos antigos camaradas do militar falecido, ao longo de toda a preparação de evento.

Esta Cerimónia permite, segundo Frederico Rosa, “lembramos, igualmente, todos os barreirenses que dão a sua vida em prol e na defesa de todos nós. Com este momento reconhecemos a coragem de todos os que nos protegem”, sublinhou Frederico Rosa.

Afirmou, ainda, que é com “memória e tributo ao passado que podemos olhar para o futuro e para o nosso desenvolvimento. E que nunca ninguém duvide daquilo que nós sabemos bem e que hoje com todo o sentimento o dizemos a todos também que tal como os fuzileiros: Barreirense uma vez, Barreirense para sempre!”. 

O Contra-Almirante, Valentim Antunes Rodrigues, por seu lado, agradeceu ao Município do Barreiro o facto de se ter associado à homenagem que a Marinha decidiu realizar.

Recordou a mais trágica ocorrência a bordo de um navio que “mais vidas ceifou em tempo de paz, na Marinha, tendo falecido seis camaradas”.

Recordou o marinheiro “excecional que representa o melhor do nosso País. Serviu com distinção e coragem e foi um homem que fez a sua dádiva maior”.  

Na ocasião estiveram, ainda, presentes o Vice-Presidente da CMB, João Pintassilgo, a mãe do militar falecido, Lurdes Periquito, o Comandante da Escola de Fuzileiros, Rogério Paulo Martins de Brito, o Presidente da Associação de Fuzileiros, Manuel Seabra, dezenas de Fuzileiros, entre outros convidados.

De referir que no mesmo dia, de manhã, decorreu a Missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, com a participação do Coro e do Septeto clássico da Banda da Armada e a Homenagem da Marinha no Cemitério do Lavradio.

Após o descerramento da Placa, a Banda da Armada atuou no Auditório Municipal Augusto Cabrita.    

Fonte e fotos: CMB

Partilhe esta notícia