“Os Sons da Arte” é título o que Comissão Diocesana de Arte Sacra de Setúbal dá à 5ª Jornada de Arte Sacra, que como acontece todos os anos, ocorre no dia do Beato Fra Angelico, no próximo dia 18 de fevereiro.

Nos nossos programas sempre tivemos o cuidado de integrar a música. Lembramos o serão do “Com Arte e com Alma”, na igreja de Nossa Senhora do Rosário no Barreiro, onde, a pretexto da apresentação do órgão de tubos dessa igreja, foram interpretados alguns temas da música religiosa nesse instrumento. Mas sentíamos a falta de um evento onde a música fosse a protagonista, apesar de não sermos a Comissão Diocesana dedicada a este âmbito. 

A reboque deste pretexto, a igreja de São Sebastião apareceu-nos como o lugar propício para este evento e o professor António Laertes, o mestre que ajudou a concretizar a ideia.

“Os Sons da Arte” começa por ser um evento onde se pretende, através do órgão de tubos, de um violino e do canto, levar o ouvinte a viver um espaço que foi criado para a envolvência da totalidade do ser. O evento não será, pois, apenas para escutar música, mas para rezar com ela, aprendendo a contemplar Deus pelas outras artes presentes na igreja, que constituem esse convite a tocar o infinito.

Este evento, que se realiza na Igreja de São Sebastião, em Setúbal, pelas 21h da próxima segunda-feira, é destinado a qualquer pessoa que, pelas artes, deseje alcançar a beleza que sempre falará de Deus.

Partilhe esta notícia