A ADIT, Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil, visita os ativos da Baía do Tejo e as oportunidades de investimento existentes em cada um dos municípios que constituem o projeto Lisbon South Bay na próxima terça-feira, 11 de Setembro.

No âmbito da missão técnica que a ADIT desenvolve em Portugal durante esta semana, os empresários brasileiros dos setores imobiliário e turístico pretendem visitar alguns dos projetos mais importantes do nosso país e até mesmo da Europa, seja pela dimensão dos mesmos, seja pelas ideias inovadoras em torno da sua conceção.
Liderados pelo presidente da ADIT, Felipe Cavalcante, a comitiva demonstrou interesse em saber mais sobre o projeto Lisbon South Bay, facto que comprova que os ativos destes territórios são cada vez mais reconhecidos e alvo de interesse a nível global.

Os municípios de Almada, Barreiro e Seixal, numa iniciativa co-organizada pela Baía do Tejo, desde logo se disponibilizaram para acolher esta importante comitiva de empresários de referência de diversos estados brasileiros para lhes apresentarem as condições únicas que estes territórios da margem esquerda do Tejo oferecem e as oportunidades de investimento que estão disponíveis nestes municípios.

A visita que preencherá todo o período da manhã do dia 11 de Setembro, terça-feira, começa em Almada, no Parque Tecnológico da Mutela, onde a Baía do Tejo dará a conhecer os seus ativos e a marca Lisbon South Bay, ferramenta inovadora criada para a promoção internacional do Projeto Arco Ribeirinho Sul e que tem garantido a atração de investimento para os parques empresariais da Baía do Tejo do Barreiro e do Seixal e que é responsável pela confirmação de interesse formal de vários grupos empresariais de escala global no desenvolvimento do projeto Cidade da Água.
Depois desta apresentação cada um dos municípios de Almada, Barreiro e Seixal é responsável por conduzir a comitiva num périplo específico no seu território onde os empresários, associados da ADIT, vão conhecer os principais projetos imobiliários e turísticos, bem como as oportunidades de investimento disponíveis nestes segmentos em cada um dos concelhos.

Integrado do trabalho continuado de promoção desenvolvido, através da presença em feiras e dos contactos alargados a Câmaras de Comércio, Embaixadas e Associações Empresariais de múltiplas geografias, os ativos da Baía do Tejo presentes nos concelhos de Almada, Barreiro e Seixal mostram-se agora a um conjunto de empresas brasileiras com forte capacidade e vocação para o investimento nos setores imobiliário e turístico.

Partilhe esta notícia