Já poucas palavras conseguem descrever as conquistas que Cristiano Ronaldo tem tido no mundo do futebol, quer a nível individual, quer a nível coletivo. Este fim-de-semana mais uma conquista que faltava ao currículo do jogador, o mundial de clubes. E apesar de não ter feito qualquer golo nesta competição não deixou de ser importante em mais uma conquista para o Real Madrid. Se dúvidas ainda houvessem de que mais uma vez merece a bola de ouro estas cada vez mais se vão dissipando. A comparação individual para com os outros dois candidatos não deixa dúvidas; golos, prémios, recordes é em tudo superior. Vamos agora aguardar com expectativa a decisão em Janeiro mas todos nós acreditamos que não escapará mais uma bola de ouro, o que deixará algumas pessoas ligeiramente mal da vesícula, não preciso referir nomes porque todos nós sabemos quem são.

 

Os denominados três grandes entraram para esta jornada em estado de alerta. O Benfica, depois de uma vitória importante no Dragão caiu na Taça de Portugal em casa frente ao Sp. Braga num jogo que até criou boas situações de golo mas não as aproveitou acabando depois por dar “brindes” na defesa bem aproveitados pelo adversário. O jogo com o Gil Vicente (último classificado) poderia servir para limpar essa eliminação mas entre castigados e lesionados e jogadores que acusaram claramente o desgaste físico de dois jogos bastante intensos viu-se um Benfica sem chama, lento, exausto e a deixar o adversário dominar o jogo na 2ª parte. Mais importante que a contratação de reforços ou a saída de Enzo é de máxima importância para manter o 1º lugar recuperar jogadores de vital importância como Luisão, Salvio, Fejsa, Ruben Amorim ou Eliseu. E dar uma oportunidade a alguns jogadores da equipa B também poderia ajudar.

 

Dias de bonança também não estão a ser vividos para os lados de Alvalade. Já não é a primeira vez que vemos o presidente do Sporting a mandar recados para a equipa através da imprensa, redes sociais e comunicados. Nani e outros jogadores já responderam publicamente e ontem foi a vez de Marco Silva lançar mais uma farpa a tudo o que se tem passado. O clima não é o melhor e por mais que se tente acaba por afetar a prestação da equipa e o trabalho de quem realmente sabe de futebol. Apesar de tudo, o Sporting foi guerreiro, soube sofrer e conquistou 3 pontos numa das deslocações mais difíceis deste campeonato. O Sporting tem aspirações nas 4 competições em que está envolvido e este constante “lavar de roupa suja” em público não é benéfico. Um clube forte constrói-se resolvendo os problemas dentro de portas, não estando constantemente a trazer tudo a público.

 

O Porto vinha de mais uma derrota em casa com um dos seus principais rivais e após tantos milhões investidos e o melhor plantel da Liga Portuguesa não está a ser a força dominadora que se esperava. Destaca-se a presença nos oitavos de final da Champions League mas a nível interno a época está a deixar a desejar e existem sócios e simpatizantes que olham para Lopetegui um pouco de lado. O jogo com o Vitória de Setúbal representou o regresso às vitórias com um resultado folgado e que pode dar confiança para os próximos jogos mas a pressão de não haver margem de erro para chegar ao título nacional vai estar sempre presente e há que estar sempre à espera da escorregadela do Benfica.

 

Resta-me desejar a todos os nossos leitores um bom Natal e um ano de 2015 cheio de sucesso a todos os níveis. O campeonato regressa a 3 de Janeiro mas para os fãs do futebol deixo a sugestão de acompanharem os jogos do tradicional “boxing day” do campeonato inglês nos dias 26 de Dezembro. Até 2015.

 

Ricardo Santos

Marketeer

Partilhe esta notícia