É bom saber (ou não!) que aqueles que elegemos (local e regionalmente) e nos devem (ou deveriam!) representar, e sempre em defesa dos interesses de uma região (pois o investimento em causa – leia-se aeroporto, exige uma visão mais … alargada), afinal de contas, “PENSAM LOCAL E AGEM … LOCAL“.

Mas a divisa ou premissa teórica, e que serve de fundamento à política (pública, principalmente), tendo como pano de fundo o desenvolvimento sustentável, que todos deviam defender, é “PENSAL GLOBAL E AGIR LOCAL“.

Mas, claro, tenho para mim, que os livros só podem ensinar quem os lê!! Nem que seja a … voar!

 

Por JOÃO BARRETA

Munícipe do Montijo

Partilhe esta notícia