Uma mão cheia de tunas femininas oriundas de vários pontos do país participou no sábado à noite, no Fórum Municipal Luísa Todi, em Setúbal, no Acordes 2018 – XVII Festival de Tunas Femininas da Escola Superior de Educação de Setúbal.

 

O festival, organizado Tuna Sadina, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, contou com as participações da Samarituna, grupo da Universidade Lusófona que arrecadou o prémio Melhor Solista, da Mondeguinas, da Universidade de Coimbra, distinguida como Melhor Serenata, e da Tafué, representante da Universidade de Évora, vencedora dos prémios de Melhor Porta-Estandarte e Melhor Passa-Calles.

Mas a melhor prestação coube à Tun’Obebes, com as futuras engenheiras da Universidade do Minho a levarem para o norte as distinções de Melhor Tuna, Melhor Pandeireta, Melhor Instrumental e Tuna Mais Tuna.

A festa académica, realizada no âmbito do programa comemorativo do Mês da Juventude m@rço.28, contou ainda com a atuação da Banda de Música da Sociedade Musical Capricho Setubalense, enquanto na véspera houve uma noite de serenatas no Largo da Ribeira Velha, no centro histórico de Setúbal.

Partilhe esta notícia