Com o cruzamento de diversas culturas, o espetáculo Al-Mu’tamid, Poeta Rei do Al-Andalus apresenta uma narrativa que tem como principal objetivo dar a conhecer a entidade cultural e territorial de Al Andalus, considerado um dos mais brilhantes poetas andalusinos do século XI.

O espetáculo, com direção artística de Carlos Borges e direção musical de Filipe Raposo, vai juntar no mesmo palco duas vertentes artísticas – a música e o vídeo.

Filipe Raposo, Janita Salomé e Quiné Teles, de Portugal, Eduardo Paniagua e Cezar Carazo, de Espanha, e El Arabi Serghini e Jamal Ben Allal, de Marrocos, cantam e interpretam poemas de Al-Mu’tamid nas três línguas dos três países herdeiros do legado andaluz.

Às músicas juntam-se as imagens, que dão a conhecer os territórios que Al-Mu’tamid atravessou durante a sua vida. Desde Beja, onde nasceu, passando por Silves e Sevilha, onde foi coroado Rei, até Aghmat – Marrocos, onde faleceu, deportado e preso, na maior das misérias.

Um espetáculo audiovisual, que de acordo com a direção artística exibe “uma viagem por uma das mais belas histórias do cruzamento de culturas em todo o mundo”.

Partilhe esta notícia