Durante 17 dias a cidade do Cristo-Rei será palco da 22ª edição do Festival Quinzena de Dança de Almada, que conta com atuações de artistas não só portugueses, mas também alemães, americanos, belgas, brasileiros, franceses, israelitas, italianos, japoneses.

O Festival internacional de dança contemporânea, promovido pela Companhia de Dança de Almada, arranca com uma sessão especial, alusiva ao percurso na dança de Peter Michael Dietz.

O evento ocorrerá em diferentes pontos da cidade, nomeadamente no Teatro Municipal Joaquim Benite, no Cineteatro Academia Almadense, na Casa da Cerca, na Praça S. João Batista e na Praça da Liberdade.

De forma a levar a dança a públicos mais alargados, para além das master classes para bailarinos e das aulas abertas para crianças, jovens e adultos, estão programados workshops para populações específicas, particularmente idosos, crianças e jovens em situação de inserção social.

Ainda no âmbito do festival, o Ca.DA Centro acolhe uma sessão de apresentação de “O Livro Escuro e Claro”, da autoria de Madalena Victorino dirigida para o público infantil.

Partilhe esta notícia