A Freguesia de Alvalade foi a segunda etapa da “Presidência nas Freguesias”, entre os dias 15 e 17 de abril. O predomínio de novos investimentos na área da agricultura, bem como a concretização de obras na freguesia são notas de destaque de três dias de interação com a população, instituições e empresas.

Álvaro Beijinha, Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, destaca os investimentos “de empresários, alguns locais e outros que vieram de fora” na área da agricultura que estão a ser feitos em Alvalade, uma zona de regadio onde se cultiva em maior escala milho, arroz e tomate.

“É uma Freguesia que continua a viver muito do setor primário, que é muito importante porque o país necessita de produção”, enalteceu o autarca.

Álvaro Beijinha mostrou-se satisfeito ao verificar que um ano depois de ter visitado a freguesia do conjunto de problemas identificados “muitos já foram ultrapassados”, assegurando que a iniciativa “Presidência nas Freguesia” permite que o Executivo esteja “mais bem preparado para o trabalho diário”.

Rui Madeira, presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, corroborou a importância da iniciativa: “o facto de o executivo da Câmara Municipal, acompanhado do executivo da Junta de Freguesia, ver os problemas que têm de ser resolvidos de perto é um factor muito positivo, porque se consegue fazer e planear de outra maneira. Nós no espaço de um ano já conseguimos ter situações, há muito reclamadas, que agora estão resolvidas. O facto do executivo da Câmara Municipal ter estado aqui em Alvalade teve um peso muito grande.”

A visita à Freguesia de Alvalade seguiu o mesmo modelo da anterior, no Cercal do Alentejo, com visitas orientadas para as obras e levantamento de necessidades, visita a locais de interesse histórico e contacto com o movimento associativo (com uma reunião final que juntou a maioria das coletividades locais), Agrupamento de Escolas e o tecido empresarial.

A próxima visita está agendada para 6, 7 e 8 de maio à União das Freguesias de Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra.

Partilhe esta notícia