O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, acompanhado pelo Vereador Albano Pereira e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Alvalade, Rui Madeira, esteve de visita à obra da nova ETAR de Alvalade, no dia 16 de março, tendo ainda anunciado novos investimentos na área do saneamento para as localidades de Relvas Verdes e Vale da Eira.

“O objetivo da visita foi ver o ponto de situação da obra – iniciada no final de outubro -, que é absolutamente fundamental para a freguesia de Alvalade”, explicou Álvaro Beijinha, recordando que “a anterior ETAR estava obsoleta e havia a necessidade de fazer uma nova”.

De acordo com o autarca, “nesta fase não há atrasos e perspetiva-se que a ETAR venha a estar concluída em outubro do ano corrente”.

Em relação ao equipamento, o edil referiu que é “uma infraestrutura moderna, que irá certamente servir a população de Alvalade, cujo investimento é bastante significativo”.

A obra está orçada em quase 1,4 milhões de euros e é, atualmente, a obra com maior volume financeiro que está a decorrer no município de Santiago do Cacém.

“O saneamento é uma aposta clara, que resulta de uma estratégia que a CMSC delineou há algum tempo atrás, estando já concluída e em funcionamento a ETAR do Cercal do Alentejo, uma obra também muito importante. Está, neste momento, a decorrer uma intervenção em Santiago do Cacém, para levar água às localidades de Relvas Verdes e Aldeia dos Chãos, um investimento na ordem dos 800 mil euros. Isto só é possível porque entrámos numa parceria de 21 Municípios com a Águas de Portugal. A CMSC, ao entrar neste sistema, não sendo diretamente a dona da obra, acaba por pagá-la por via do tarifário que tem de pagar à Águas do Alentejo”, acentuou.

Álvaro Beijinha aproveitou ainda a ocasião para anunciar novos investimentos na área do saneamento. “Uma vez que parte do sistema, nas localidades mais pequenas, continua na responsabilidade direta da CMSC, vamos também investir, este ano, se não houver nenhum problema, em duas novas ETARs de pequena dimensão, em Relvas Verdes e em Vale da Eira”, adiantou.

Recorde-se que, recentemente, a Câmara Municipal de Santiago do Cacém terminou a obra de uma Estação de Tratamento de Águas (ETA) na localidade de Silveiras.

Partilhe esta notícia