“Fado em Coro” na Praça de Toiros da Moita

Numa iniciativa que partiu de um membro do Coral Luísa Todi e engenheiro da EDP Distribuição, Adalberto Petinga, realiza-se amanhã, dia 14 de junho, a partir das 22 horas, na Praça de Toiros da Moita, o espetáculo “Fado em Coro”. Os bilhetes têm um preço unitário de cinco euros e os fundos conseguidos vão “direitinhos” para a Paróquia da Moita, para financiar projetos de apoio a famílias carenciadas do concelho.

A EDP Distribuição, que tem ainda outra sua colaboradora, Maria do Carmo Nunes, envolvida no Coral sadino, decidiu apoiar a iniciativa e adquiriu cem bilhetes, que disponibilizou aos seus trabalhadores da região.

“Fado em Coro” é um espetáculo “maravilhoso e de alto nível; quem o viu, não mais o esqueceu. Tem “arrasado plateias” por onde tem passado e não só em Portugal, como em Espanha” – diz-nos, entusiasmado, Adalberto Petinga.

Ainda há muitos bilhetes disponíveis; e as crianças até 12 anos de idade não pagam, desde que acompanhadas por familiares ou amigos adultos.

Haverá uma recolha voluntária de géneros alimentícios, também para ajudar os mais carenciados.

 

Uma história de solidariedade

A Paróquia da Moita, através da Conferência de São Vicente de Paulo e do Projeto Famílias com Esperança, tem vindo desde há anos a apoiar muitas famílias carenciadas, mas passa, neste momento, por enormes dificuldades. Com a situação que o país atravessa, devido à crise instalada, o número de famílias em busca de apoio aumentou significativamente e estes dois grupos da Paróquia, vêem-se impossibilitados de apoiar aqueles que na aflição os procuram em busca de auxílio.

“Dias há que já nem sequer géneros alimentícios existem, para mitigar a fome de quem os procura”, conta-nos Adalberto Petinga, que continua: “Como sou coralista do Coral Luísa Todi de Setúbal, contactei desde logo a Direção do Coral, para repormos em palco o espetáculo “Fado em Coro”, uma grande produção deste Coral.”

O projeto foi tornado possível com a colaboração da SMT – Sociedade Moitense de Tauromaquia, entidade proprietária da Praça de Toiros Daniel do Nascimento da Moita, que cedeu gratuitamente a praça de toiros. A Câmara Municipal da Moita montou o palco e fornecerá o gerador elétrico para a alimentação de todo o espetáculo e fornecerá, ainda, o seu autocarro, para o transporte de ida e volta dos coralistas e artistas presentes. A Empresa de Som e Luz Rui Fernandes, do concelho da Moita, vai assegurar gratuitamente o apoio da sua especialidade. A Junta de Freguesia da Moita irá dar o seu apoio logístico, enquanto a Guarda Nacional Republicana olhará pela segurança e os Bombeiros Voluntários da Moita organizarão o apoio no local com bombeiros e ambulância.