A Câmara Municipal de Setúbal aprovou ontem, em reunião pública, a lista de personalidades e entidades a homenagear no feriado municipal com a Medalha de Honra da Cidade, entre as quais o músico Mário Regalado, a título póstumo.

No Dia de Bocage e da Cidade, 15 de setembro, o Município, distingue tradicionalmente um grupo de cidadãos e de instituições, explica a deliberação camarária, com “atividade desenvolvida no Concelho de forma particularmente notória e nas mais diversas áreas”.

Na área “Atividades Culturais”, a Autarquia atribui ao estilista António Simões e ao artista plástico Humberto Marçal a Medalha de Honra da Cidade. Na mesma classe, a título póstumo, o Município agracia o músico Mário Regalado, o bancário Álvaro Pinto e o escritor Miguel de Castro.

Em “Ciência e Tecnologia” as distinções deste ano recaem na gestora Isabel Vaz, nas professoras aposentadas Maria de Fátima Viegas e Ana Maria Fortuna, a par dos agrupamentos verticais de escolas Cetóbriga e de Azeitão.

Na classe “Desporto”, além do gestor desportivo e antigo presidente da Federação Portuguesa de Natação Paulo Frischknecht, a lista de homenageados contempla a atribuição de uma medalha, a título póstumo, ao antigo bancário e árbitro de futebol Fernando José Valério.

A família Mateus, que há três gerações mantém viva a arte ancestral da olaria, é homenageada com a Medalha de Honra da Cidade na classe “Indústria”.

Em “Paz e Liberdade”, a Câmara Municipal de Setúbal entrega a distinção, postumamente, ao empresário Álvaro Dias, criador da empresa gráfica Armazém Papéis dos Sado, antifascista que teve também destacado papel no Poder Local democrático instituído após a resolução de Abril de 1974.

A lista de medalhados deste ano contempla ainda, na classe “Associativismo e Sindicalismo” o bancário Florival Cardoso.

 

Fonte: CMSetúbal