A evolução da atividade aquícola na Reserva Natural do Estuário do Sado (RNES) é o mote do colóquio “A Aquicultura na Reserva Natural do Estuário do Sado: Contributos” que assinada o 34º aniversário da criação da RNES, no próximo dia 1 de outubro, no auditório do Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, localizado no Mercado do Livramento, em Setúbal.

Durante o encontro, organizado pela RNE – Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas em parceria com a CM de Setúbal, serão partilhados conhecimentos sobre a aquicultura na RNES e abordado, em particular, o fenómeno da regressão do número de estabelecimentos aquícolas que se tem verificado na Reserva nos últimos 20 anos.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias, por isso caso pretenda participar no evento deve enviar um e-mail para rnes@icnf.pt, com a indicação do nome, contato e instituição.

A RNES foi criada a 1 de outubro de 1980 para assegurar a manutenção da vocação natural do estuário, o desenvolvimento de atividades compatíveis com ao equilíbrio do ecossistema estuarino, a correta exploração dos recursos, a defesa de valores de ordem cultural e científica, bem como a promoção do recreio ao ar livre.

Partilhe esta notícia