Montijo festeja S. Pedro

As Festas Populares de S. Pedro, no Montijo, arrancaram ontem, dia 27 de junho e até 2 de julho trazem as tradições, os bailes, as largadas, as procissões e a música de Paulo Gonzo. 

Como habitualmente, a abertura oficial foi frente aos Paços do Concelho ao som da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários do Montijo, da Orquestra de Percussão Batucando, da Charanga Amigos da Rambóia e do Grupo Coral de Montijo que cantou o Hino das Festas Populares de S. Pedro. 

Às entidades oficiais, juntaram-se centenas de populares e representantes do movimento associativo. O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, fez as honras da casa e afirmou o seu orgulho pelo Montijo e pelas Festas Populares de S. Pedro: “estas festas são um importante fator de reforço dos laços afetivos entre todos nós. Constituem uma referência cultural para todos nós. Com as festas celebramos a vida, a história, a memória, as tradições e o futuro da nossa terra”, disse. 

O primeiro dia das Festas Populares de S. Pedro contou com o concerto do grupo The Black Mamba e encerrou com o Bibe Elétrico. 

Nos próximos dias seguem-se outros destaques: Paulo Gonzo é o cabeça de cartaz, num concerto de comemoração dos 40 anos de carreira do músico marcado para as 22h00, do dia 2 de julho, na Praça da República. 

O dia 29 de junho é sempre marcado pela envolvência da fé e da devoção a S. Pedro, com a procissão fluvial a sair às 15h00, do Cais das Faluas, e a procissão noturna, uma das maiores do país, a começar às 22h00, na Igreja Matriz do Montijo. 

Para finalizar, no dia 2 de julho, todos os caminhos vão dar à Frente Ribeirinha para o encerramento oficial das festas com fogo de artifício piromusical e a queima do batel. 

As Festas Populares de São Pedro esperam a presença de mais de 300 mil visitantes nas ruas do Montijo e apresentam um programa que conta com mais de 200 atuações e 5 mil participantes em palco.

Partilhe esta notícia