A Câmara Municipal de Setúbal aprovou ontem, em reunião pública, um protocolo com vista ao lançamento de uma candidatura a um plano de promoção de eficiência energética designado “A Luz Certa no seu Município”.

O protocolo, a celebrar entre a Câmara Municipal de Setúbal, a RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente e a ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, tem como objetivo a apresentação de uma candidatura ao Plano de Promoção da Eficiência Energética do Consumo “A Luz Certa no seu Município” promovido pela ERSE – Entidade Reguladora de Serviços Energéticos.

A medida contempla a instalação de otimizadores de energia, tecnologia que procura maximizar os níveis de eficiência energética na iluminação, no Edifício Sado e no Mercado 2 de Abril, espaços municipais que “apresentam as melhores condições para a instalação da tecnologia, tendo em conta a tipologia das lâmpadas instaladas e o número de horas de utilização”, realça a deliberação camarária.

A implementação desta tecnologia nos dois imóveis, solução adotada “após auditorias energéticas realizadas a um conjunto de edifícios”, adianta o texto da deliberação, materializa um investimento global de 14.732,67 euros, com a Câmara Municipal de Setúbal a assumir 12.863,58 euros e a ERSE a assegurar o montante remanescente, no valor de 1.869,09 euros.

O estudo prévio realizado indica que o retorno previsto do investimento no âmbito do “A Luz Certa no seu Município”, com a ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida a assegurar o acompanhamento da instalação e a monitorização da performance energética da nova tecnologia, é de “cerca de três anos para o edifício do Mercado 2 de Abril e de cerca de um ano e meio para o Edifício Sado”.

Partilhe esta notícia