Inaugurado por ocasião das comemorações dos 30 anos de elevação do Barreiro a Cidade, o Espaço Memória situado no Parque Baía do Tejo (Rua 17), foi visitado na manhã de 23 de julho, por um grupo de utentes da NÓS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente. Acompanhados pelos técnicos da Equipa do RSI, a comitiva visitou as valências que integram este recém-inaugurado espaço.

De acordo com um dos responsáveis, esta que foi a primeira vista de uma instituição barreirense ao local insere-se na calendarização anual existente e que cobre todas as faixas etárias. Uma efetiva inserção e o combate ao isolamento social são os grandes motivos que originam a realização regular de visitas a locais de e com história no Concelho do Barreiro. O objetivo, neste caso concreto, consistiu em dar a conhecer, ou relembrar a quem nasceu no Barreiro e trabalhou na CUF, aspetos relacionados com a história e com o desenvolvimento do Concelho. Junto de pessoas de outras culturas, que são igualmente acompanhadas pela equipa do Rendimento Social de Inserção (RSI), importa dar a conhecer um pouco da história barreirense. Dentro deste território – Baía do Tejo –, esta comitiva já anteriormente havia visitado o Museu Industrial. Recorde-se que, por ocasião da Cerimónia ‘Barreiro Reconhecido’, a NÓS foi distinguida pela CMB com o Galardão Barreiro Reconhecido 2014 na Área da Ação Social, Solidariedade e Multiculturalidade.

Espaço Memória, o que é?

Da responsabilidade da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), é um Espaço multidisciplinar onde se congregam os serviços do Município vocacionados para a preservação da memória da cidade, com uma forte componente pedagógica. É um dos espaços museológicos de referência do Concelho, com duas galerias de exposições, uma permanente e outra para exposições temporárias.

A exposição permanente acolhe os materiais arqueológicos e históricos, fruto de campanhas arqueológicas e de doações várias. O Espaço Memória acolhe também o Arquivo Municipal  e o projeto Fhoral – Fundo de História Oral, que recolhe as histórias de vida dos barreirenses de nascimento ou de adoção, cujas memórias permitem reconstruir outros espaços e outras vivências.

Neste sentido, o Espaço Memória divide-se em três valências: Galeria Permanente, Galeria Provisória e Área de Arquivo e está aberto de terça-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

 

Fonte: CMBarreiro

Partilhe esta notícia