A Câmara Municipal da Moita e a ADREPES – Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal promoveram, no dia 6 de julho, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na Moita, uma sessão pública para esclarecimento sobre o acesso a apoios comunitários para as atividades agrícolas, no âmbito da Estratégia GAL ADREPES RURAL.

O presidente da Câmara Municipal da Moita, Rui Garcia, reiterou, na ocasião, a disponibilidade da Câmara Municipal para apoiar os produtores do concelho. “Da parte da Câmara Municipal, temos estado envolvidos e continuamos disponíveis para colaborar com os produtores do nosso concelho”, afirmou.

Natália Henriques, da ADREPES, informou, nesta sessão, que no quadro das parcerias que o Município da Moita integrou para o Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC), estão abertas candidaturas para o financiamento de projetos no âmbito da Estratégia GAL ADREPES RURAL, designadamente Pequenos Investimentos na Exploração Agrícola (até 40 000 euros) e Pequenos Investimentos na Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas (até 200 000 euros), até 31 de agosto de 2016.

A técnica da ADREPES esclareceu ainda quais os requisitos para apresentação de projetos, nomeadamente, que os produtores estejam legalmente constituídos, apresentem um volume de negócios até 50 000 euros, exerçam atividade há mais de um ano ou sejam jovens agricultores, com domicílio fiscal na Península de Setúbal e autonomia financeira. Para mais informações, os possíveis candidatos podem contactar a ADREPES ( Estrada Nacional 379, Espaço Fortuna Artes e Ofícios, 2950-807 Quinta do Anjo, Palmela. Telefone: 212 337 930; E-mail: adrepes@adrepes.pt), consultar o site www.adrepes.pt e consultar a legislação sobre a candidatura: Portaria 152/2016 de 25 de maio e as Orientações Técnicas Específicas nº 25/2016 e nº 26/2016.