Os autarcas do PSD do Montijo, em comunicado enviado ao Distritonline, defendem que a Câmara Municipal do Montijo “não tem políticas sociais dirigidas à população mais idosa do concelho”, dando como exemplo “o desleixo da autarquia no processo Residências do Montepio”.

Os social-democratas explicam que em abril de 2007, a Câmara Municipal do Montijo celebrou com o Montepio Geral um protocolo no qual cedeu um terreno com 16.000 m2 por 30 anos, tendo esta entidade acordado construir duas residências para idosos.

Em contrapartida, o Montepio teria de pagar à autarquia 325.000,00€ para arranjos dos espaços verdes circundantes à residência e disponibilizar sete vagas no lar de idosos, cujo valor a pagar seria metade da verba paga pelos restantes utentes.

De acordo com os autarcas do PSD, é competência da autarquia “recrutar e encaminhar as pessoas para o Lar Residências do Montepio”.

Contudo, os social-democratas sublinham que “o Montepio ainda não pagou a totalidade do dinheiro, faltando pagar 137.500,00€ que se encontram em atraso há pelo menos 2 anos”.

“A autarquia nada fez até à data para reaver o dinheiro e efetuar os arranjos dos espaços verdes, estando o terreno abandonado e com lixo. Das sete camas só duas foram ocupadas, quando no Montijo existem mais de 400 pessoas em lista de espera para entrar no lar”, acrescentam.

Os autarcas do PSD lamentam que isto aconteça, pois a Câmara Municipal “por incompetência não tomou as medidas necessárias para junto dos possíveis interessados dar a conhecer que possui as vagas. As pessoas nem sabem da sua existência. Isto prova que a Câmara não tem qualquer política social destinada aos idosos, apesar de toda a retórica”.

Partilhe esta notícia