Decorreu na passada sexta-feira a cerimónia do hastear da Bandeira Azul no Porto de Recreio de Sines, ato que assinalou a atribuição de mais um ano deste galardão nas infraestruturas do Porto de Sines. Em representação da APS, José Pedro Soares, em conjunto com Associação Bandeira Azul e a Capitania de Sines, presidiram ao evento.

A Praia Vasco da Gama e o Porto de Recreio de Sines têm vindo a ser galardoados com a Bandeira Azul, de forma ininterrupta, desde 2007 e 2008 respetivamente, fruto da preservação dos mais elevados padrões ambientais, de segurança e conforto dos utentes, bem como de informação e sensibilização ambiental. 2016/2017 não foi exceção, com a renovação do galardão em ambas as infraestruturas.

No âmbito do Programa Bandeira Azul da Europa 2016, sob o tema “30 Anos, 30 Critérios, Um Objetivo”, a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, SA, irá promover um conjunto de atividades ambientais e lúdicas dirigidas a toda a comunidade:
•A atividade “Um novo olhar” consiste numa exposição sobre a divulgação dos conhecimentos científicos relativos à biologia e ecologia do litoral rochoso alentejano e das espécies que nele habitam. Estará patente no Porto de Recreio de Sines durante toda a época balnear, e será desenvolvida pelo Laboratório de Ciências do Mar da Universidade de Évora – CIEMAR e a Câmara Municipal de Sines;
•Atividade “30 anos a mudar…”, a realizar no dia 6 de junho na praia Vasco da Gama e o Porto de Recreio de Sines, em parceria com a Câmara Municipal de Sines, com o objetivo de sensibilizar a população, informar os banhistas/nautas sobre o que mudou em 30 anos nas praias do concelho de Sines;
•Atividade “Importa sobreviver no mar”, a ter lugar no dia 22 de junho no Porto de Recreio de Sines em parceria com a Resgate – Associação de Nadadores Salvadores do Litoral Alentejano e o Lar de rapazes “A Âncora”, da Santa Casa da Misericórdia de Sines. Destina-se a estes jovens utentes, e consiste na sensibilização destes para as valências do mar. Serão administrados conhecimentos no âmbito da primeira assistência em Suporte Básico de Vida e cultura de segurança nas praias.

Partilhe esta notícia