Foi identificado esta sexta-feira um novo caso suspeito de ebola no hospital de Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, mas a Câmara Municipal do Barreiro, através da página oficial do Facebook, adiantou que “não se confirmou o diagnóstico tratando-se, de facto, de um caso de malária”.

A mulher, de 30 anos, proveniente da província de Boke, na Guiné-Conacri – um dos países mais afetados pela epidemia de ébola – entrou na passada sexta-feira, por volta das 11h, no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, acompanhada pelo marido com sintomas de febre e dores de barriga.

Por se enquadrar nos casos suspeitos de ébola foi encaminhada para o Curry Cabral, um dos hospitais no País preparado para receber este tipo de suspeitas.

Partilhe esta notícia