Estreitar o relacionamento entre a Câmara Municipal do Barreiro e os empresários do Concelho é o objetivo do “Barreiro em Desenvolvimento- Roteiro”, a decorrer ao longo do mês de junho.

Hoje de manhã, dia 11, o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto de Carvalho, os vereadores Sofia Martins e Rui Lopo e o GAE – Gabinete de Apoio ao Empresário – reuniram com os empresários do Parque Industrial de Coina, no sentido de obter contributos, esclarecer dúvidas, numa altura em que se “desenha” o novo Quadro Financeiro Europeu. Neste encontro, estiveram representadas as empresas Álvaro Covelo & Pinto – materiais de construção e bricolage; Tortas de Azeitão e TIBA – Comércio e Indústria de Materiais de Construção SA.

Para o Presidente da CMB estas reuniões permitem facilitar o relacionamento com as empresas e ficar a conhecer os impactos da crise económica na sua atividade. Por outro lado, Carlos Humberto de Carvalho adiantou, ainda, que está ciente das dificuldades económicas dos munícipes, a braços com a falta de emprego. “Sentimo-las todos os dias, isso reflete-se, por exemplo, na falta de dinheiro para pagar a água, e nos casos de fome. Contudo, tentamos atenuar esta última situação, com a abertura dos refeitórios escolares, nas férias escolares”.

Segundo o Presidente, o Município atravessa dificuldades económicas, no entanto, “temos feito um esforço para equilibrar a situação financeira mas não tenho dúvida que o Município presta, hoje, pior serviço do que há cinco anos”.

Ressalvou, ainda, a importância da construção no Barreiro do Terminal Marítimo de Águas Profundas e das novas acessibilidades como a Ponte Barreiro – Seixal, ou a Terceira Travessia do Tejo, como peças essenciais ao desenvolvimento económico do Concelho.

O elevado custo da taxa de licenciamento foi uma das questões colocadas pelos empresários. Em resposta, o Presidente esclareceu que há, por parte da CMB, a intenção de fazer um estudo sobre as taxas e ponderar a criação de incentivos aos empresários. “Estamos cientes da vossa situação e vamos encontrar soluções”, referiu.

Por seu lado, o Vereador Rui Lopo considera que as taxas estão desajustadas à realidade socioeconómica do País. Recordou que foi realizada uma última alteração às mesmas, em 2012, “no sentido de as tornar mais simples e percetíveis”, dando como exemplo a zona do Barreiro Velho.

No que toca à reabilitação urbana, o Presidente mencionou que esta atingiu uma importância crescente. “Estamos a criar incentivos à recuperação das habitações do Concelho do Barreiro”.

Todos os empresários falaram da difícil situação económica que atravessam. No caso do Covelo & Pinto, exporta 50% da sua produção para Espanha, no entanto tem-se registado, nos últimos meses, uma ligeira melhoria.

 

Dificuldade no acesso aos apoios comunitários

A dificuldade desta Região em aceder aos fundos comunitários do QREN foi uma questão colocada pela empresa TIBA. O Presidente considera que este “é um problema sério e incompreensível”. Esclareceu que a Região de Lisboa está considerada em duas zonas: a norte e a sul e, deste modo, “a Península de Setúbal é penalizada. Esta área tem de ser vista como um todo. Sugerimos ligar a Península de Setúbal ao Alentejo para encontrarmos uma solução”. A CMB está expectante, pois “houve alguma abertura. Temos vindo a intervir no sentido de alterar esta situação e estamos à espera que os regulamentos sejam publicados”.

Sobre este assunto, Carlos Humberto de Carvalho aproveitou para anunciar para dia 30 de junho, um encontro dedicado à temática “Portugal 2020”. A iniciativa será conduzida por especialistas das questões comunitárias, para informar os empresários acerca das possibilidades de apoio comunitário existentes. Para esta iniciativa irão ser convidados todos os empresários do Concelho.

Em relação às candidaturas, o Presidente defende que tudo o que for feito em parceria tem mais força. No que toca a outras câmaras municipais, “equacionamos a possibilidade de fazermos candidaturas em conjunto, ao nível, por exemplo da eficácia energética e da mobilidade sustentável”.

A finalizar a reunião, o Presidente da CMB convidou os empresários para estarem presentes na Mostra Empresarial e Institucional (MEI) das Festas do Barreiro deste ano, que se realizará de 8 a 17 de agosto.

Recorde-se que durante este mês de junho, em que se pretende despertar o tecido empresarial para as novidades, e/ou eventuais oportunidades que este Quadro Financeiro Europeu (“Portugal 2020”) poderá conter, estão previstas diversas iniciativas, como a Apresentação do Projeto de Dinamização da “Avenida da Praia” – com o mote “Uma Avenida do tamanho de um sonho…”, a 24 de junho, pelas 12h30, projeto inovador de dinamização de uma zona da cidade com envolvimento dos atores locais, comerciantes, culturais e sociais – e a iniciativa de informação, divulgação e envolvimento dedicada à temática “Portugal 2020” – agendada para 30 junho (hora e local a confirmar).

O programa dá, ainda, sequência a visitas a parques empresariais/empresas, encontros/reuniões com comerciantes e responsáveis de grandes superfícies e/ou outros agentes da área – o que o Município denomina de “Rota do Comércio e da Indústria”.

Toda a programação deste “Roteiro” pelo mundo empresarial, atualizada, estará publicada no Sítio Oficial da Câmara Municipal do Barreiro na Internet, página http://www.cm-barreiro.pt/.

 

Fonte: CMBarreiro

Partilhe esta notícia