A Biblioteca Municipal de Grândola reabriu no passado sábado ao público, após um mês de trabalhos de requalificação, durante o qual foi concluída a primeira fase das obras de requalificação, que traduziu-se num investimento de 22 mil euros.

Os trabalhos de intervenção a que foi alvo tiveram como objetivo garantir a manutenção e modernização de um espaço que comemora no final do presente mês 25 anos, tendo sido, por isso, efetuado o tratamento do pavimento, alteração da iluminação e pintura interior na Sala de Leitura de Adultos, Átrio, Auditório e espaço destinado aos serviços técnicos.

Em nota de imprensa, o município sublinha que, “a Biblioteca Municipal de Grândola, inaugurada em 1989, tem um fundo documental constituído por um vasto e diversificado conjunto de documentos (cerca de 33 mil), em diversos suportes, organizado por áreas temáticas. Inclui monografias, publicações periódicas, documentos multimédia, e documentos audiovisuais, de ficção e não-ficção. A maior parte dos documentos encontra-se em livre acesso e pode ser objeto de consulta local ou de empréstimo domiciliário”.

Este equipamento cultural desenvolve-se a partir do átrio em três pisos, nos quais é possível encontrar uma Sala de Leitura de Adultos, uma Sala Polivalente – destinada à realização de pequenas exposições, colóquios, debates, conferências, recitais, encontros com autores, ações de formação/sensibilização -, uma Sala de Leitura para Crianças e Jovens, uma Sala do Conto, um Gabinete de Trabalho, o Sector Multimédia, o Sector de Audiovisuais, uma Sala de Exposições e ainda um Depósito.

A Biblioteca Municipal disponibiliza, de acordo com a autarquia, também um vasto conjunto de serviços de extensão bibliotecária como a Biblioteca Itinerante, a Biblioteca na Praia, a Biblioteca no Jardim; serviços culturais e educativos de planeamento e organização de diferentes atividades e projetos de promoção do livro e da leitura, como “Ler faz Crescer” dirigido às crianças e alunos do pré-escolar e do ensino básico do concelho, “Baús de Livros” projeto de troca de baús de livros entre todas as salas de ensino pré-escolar do concelho, “Animação do Livro e da Leitura para Todos” sessões de animação realizadas no segundo sábado de cada mês, “Livros em Cadeia” ações de mediação de leitura em contexto prisional (Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz) e “Ações de Animação da Leitura para a Cercigrândola”.

 

Partilhe esta notícia