A banda THE EX, o duo de PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, o guitarrista e compositor FENNESZ, o trio rock MAGIK MARKERS e o quinteto do trompetista PETER EVANS são nomes já anunciados para a 11ª edição do OUT.FEST – Festival Internacional de Música Exploratória do Barreiro, a realizar entre os dias 2 e 5 de outubro, em vários locais do Concelho.

O Festival organizado pela OUT.RA – Associação Cultural – e apoiado pela Câmara Municipal do Barreiro, é já uma referência em Portugal e no estrangeiro. O OUT.FEST conta, ainda, com o apoio da BAÍA DO TEJO e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

Ao longo de quatro dias, reúnem-se no Concelho músicos de diversas nacionalidades. Para este ano, até ao momento, estão confirmados músicos oriundos da Holanda, Alemanha, Inglaterra, Áustria e Estados Unidos.

Os veteranos holandeses THE EX dão nome a uma banda com mais de três décadas de carreira dedicadas às explorações do punk.

Está confirmada a passagem pelo Barreiro do duo PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE, da Alemanha e Inglaterra, respetivamente, consagrados músicos de jazz.

Da Áustria chega o guitarrista e compositor FENNESZ, nome de topo da música eletrónica ambiental e dos Estados Unidos o trio rock MAGIK MARKERS e o quinteto do trompetista PETER EVANS, reconhecido no panorama do jazz mundial.

Os primeiros passes globais para o OUT.FEST, ao preço de 25€, encontram-se já à venda via Bilheteira Online, em http://www.bilheteiraonline.pt/Comprar/Bilhetes/20786-out_fest_passe_2014-barreiro/ e locais associados.

De salientar que no final de agosto, a organização promete revelar o cartaz completo, locais dos concertos e as diversas tipologias de bilhetes.

Todas as novidades podem ser seguidas através do facebook do festival, em www.facebook.com/OUTFESTBarreiro.

Segundo Rui Pedro Dâmaso presidente da Direção da OUT.RA – Associação Cultural, “nesta 11ª edição voltamos a mostrar o porquê de termos colocado o termo ‘exploratório’ no léxico de todos quantos creem na música como forma de expressão inigualável daquilo que é propriamente humano, que é aventureiramente humano, em mais quatro dias de simbiose entre cidade e som, criador e público, periferia e proximidade”.

 

Fonte: CMBarreiro

Partilhe esta notícia