O Bloco de Esquerda visitou esta terça-feira a Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal para conhecer melhor o importante trabalho desenvolvido por esta instituição e as dificuldades que enfrenta. Nesta iniciativa estiveram presentes os e as candidatas do BE pelo círculo eleitoral de Setúbal, Joana Mortágua, Sandra Cunha, Luís Cordeiro, Aldina Soares e Almerinda Bento.

A Associação de Paralisia Cerebral Almada Seixal existe desde 2011 e foi fundada porque um conjunto de famílias com crianças portadoras desta deficiência precisavam de uma resposta para a promoção da capacitação dos seus filhos. É uma associação que desenvolve um trabalho de muito mérito sobretudo na promoção de desporto inclusivo e de respostas às famílias.

A maior preocupação da APCAS prende-se com o facto do distrito de Setúbal ser o terceiro mais populoso do país e ser dos poucos distritos onde não existe Centro de Reabilitação Terapêutica. Desta lacuna derivam duas grandes consequências negativas: a impossibilidade de acesso da população do distrito a cuidados terapêuticos essenciais e o impedimento da prescrição de produtos de apoio, como é o caso das cadeiras de rodas.

O projecto para a criação de um Centro de Reabilitação Terapêutica existe, mas está na gaveta desde que Ana Jorge era Ministra da Saúde no Governo Socialista, e continua na gaveta com o Governo de direita.

Nesta reunião, o Bloco de Esquerda assumiu o compromisso em que os seus deputados e deputadas eleitos pelo distrito irão defender a criação desta resposta tão necessária.

Partilhe esta notícia