As atrizes Rita Ribeiro, Sandra José e Mafalda Rodrigues apresentam “BOCAge”, uma comédia de escárnio e bem dizer, numa celebração de homenagem que pretende brindar ao poeta “maldito”. Bocage, o mais importante poeta português do século XVIII, é o pretexto deste espetáculo teatral único que pretende dar a conhecer a obra e verdade do poeta, “o mais honesto homem para se amar”. Porque a ousadia de Bocage em viver a verdade na sua vida deve ser festejada, as três atrizes ousam subir a palco de cabelo ruivo e lábios vermelhos.

A peça nasceu da vontade irreverente do grito pelas verdades escondidas na poesia do poeta. Em cena, três mulheres gritam as suas verdades ao mundo, numa viagem entre épocas que bem podiam ser a mesma. Tudo encaixa e, apenas o olhar com que as vemos, nos dará as diferentes formas de ler Bocage. As atrizes darão a cara às verdades escondidas do poeta, ao som de música ao vivo, num espetáculo que se torna num canal artístico para dar a conhecer a obra de Manuel Maria Barbosa Du Bocage, igualado a ilustres poetas como Luís de Camões ou Antero de Quental.

“Bocage” é um espetáculo que pretende acordar para a obra do poeta que “falava para as pessoas”. Segundo João Ascenso, o encenador, a peça vive de um mix entre “comédia, drama, polémica e sensualidade”.

Um apelo à reflexão que pretende agitar consciências para as verdades de cada um. Porque “os sopros que se carregam no peito são o princípio desses vendavais que devíamos ter feito”.

Estreia a 13 de setembro no Teatro Armando Cortez

Entrada é gratuita para ruivos naturais!

Partilhe esta notícia