Os militantes do PSD Barreiro escolheram, por voto secreto e por esmagadora maioria, Bruno Vitorino para encabeçar a lista à Câmara Municipal do Barreiro, nas próximas eleições autárquicas.

O deputado e atual vereador vai assim concorrer à presidência da autarquia barreirense.

Bruno Vitorino assume que esta é uma candidatura para “mudar o Barreiro”, querendo com isso uma “terra mais segura e com regras, uma terra limpa e recuperada e uma terra amiga das empresas, que crie emprego”.

“Estas são condições essenciais para dar futuro ao Barreiro”, afirma.

Bruno Jorge Viegas Vitorino, 45 anos, é empresário e Deputado à Assembleia da República.

Licenciado em Ciência Política, é também vereador na Câmara Municipal do Barreiro, com a responsabilidade da Reserva Natural Local da Mata da Machada, e das áreas da educação ambiental: Centro Educação ambiental, Eco-escolas, entre outros.  É presidente da S.Energia – Agência Local de Energia Barreiro/Moita, cargo que, tal como o de vereador, exerce de forma não remunerada.

Foi presidente da Associação dos Amigos da Mata da Machada e é membro do Conselho Geral do Futebol Clube Barreirense.

Nas suas funções de deputado é membro efetivo da Comissão de Defesa Nacional e membro suplente da Comissão de Agricultura e Mar e da Comissão de Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação da Assembleia da República.

Na sua atividade como deputado, Bruno Vitorino tem tido a oportunidade de influenciar muitas decisões de Governos que têm sido importantes para as populações e para o concelho, das quais se destacam a construção da Unidade de Radioterapia no Hospital do Barreiro, a construção do Centro de Saúde de Santo António da Charneca, a solução para a nova Divisão da PSP, a construção do Posto da GNR para a Cidade Sol, as novas instalações da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, o apoio a muitas coletividades e instituições sociais.

Enquanto vereador, Bruno Vitorino tem tido um papel determinante no desenvolvimento e proteção da Reserva Natural do Sapal do Coina e da Mata da Machada, contribuindo para a dinamização e preservação destes espaços, bem como para a eficiência energética e para a poupança em instalações públicas e nos clubes e coletividades através do programa Eco-desafio.

Partilhe esta notícia