O candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal do Barreiro, Bruno Vitorino, quer valorizar o legado de Alfredo da Silva e a sua importância para a história do concelho, criando um pólo de atratividade em torno daquele que foi considerado o maior e mais importante empresário português do seu tempo.

O social-democrata explica que a criação de pólos de atração ligados a vultos da nossa história é um fator distintivo em qualquer cidade, pelo que a valorização do enquadramento urbano da estátua de Alfredo da Silva, localizada junto ao mercado, assume um caracter importante, permitindo voltar a adquirir a imagem de referência urbana.

“Temos que projetar e divulgar a nossa história, o nosso passado, que pode e deve ser um motor da economia local. Temos uma riqueza única, que é o nosso património industrial. E valorizar o legado que Alfredo da Silva nos deixou, é dignificar a nossa história e projetar o nosso futuro”, sublinha.

Bruno Vitorino apresenta como exemplo o recente mural com Augusto Cabrita, executado no edifício do município, o qual se insere neste contexto: criação de elementos urbanos de referência com figuras importantes na história da cidade, reforçando a sua identidade.

Não sendo possível recuperar o excelente arranjo arquitetónico anterior à requalificação da Praça, Bruno Vitorino entende que “é relevante a criação de novo enquadramento urbano que dignifique a importância de Alfredo da Silva na história do Barreiro”.

Para isso aponta três eixos fundamentais, que passam pela integração da Estatua de Alfredo da Silva na Rota Industrial, na realização de um concurso de ideias para novo enquadramento urbano, que recupere a dignidade da Estátua e a colocação de painéis interativos com a história de Alfredo da Silva e a sua importância para a cidade.
“Só assim, com uma estratégia integrada, é que temos capacidade para atrair visitantes nacionais e estrangeiros, dinamizando a economia local e desenvolvendo o concelho”, afirma.

Partilhe esta notícia