O vereador do PSD na Câmara Municipal do Barreiro, Bruno Vitorino, defende que a autarquia deve preocupar-se mais com a Cidade Sol e com os seus habitantes, realçando a necessidade de se definir uma estratégia de intervenção para a zona da Quinta da Mina.

Na sequência de uma visita efetuada à Cidade Sol, Bruno Vitorino mostrou a sua preocupação sobre a falta de uma ação integrada, liderada pela autarquia, mas que exige coordenação entre várias entidades para a Quinta da Mina, considerando que não podem existir áreas do concelho que estão “fora da lei”.

“É imperativo que a Câmara Municipal defina um plano para a Quinta da Mina. Esta é uma situação que não pode continuar a ser encarada de forma leviana somente com intervenções pontuais e desgarradas”, explica.

As obras na artéria principal também foram alvo de reparos por parte do vereador do PSD, que questionou o executivo sobre a data para a conclusão das intervenções, que têm penalizado muito moradores e comerciantes, e merecido duras queixas por parte da população.

“Em termos de projeto não compreendemos como se retira estacionamento desta zona, quando vem para cá um Centro de Saúde. Isto não faz sentido. A localização dos novos postes de iluminação pública também não parece ter sido bem pensada, pois vão deixar às escuras muitas zonas envolventes aos Centros Comerciais. Queremos também ver reparadas as ruas, estradas e passeios que foram destruídos neste tempo de obra”.

Durante a visita, Bruno Vitorino, que é presidente da distrital do PSD de Setúbal, alertou ainda para a degradação e más condições de segurança do parque infantil e para o consumo e tráfico de droga nas imediações das escolas da Cidade Sol.

Partilhe esta notícia