Bruno Vitorino lamenta que presidente da ARS destaque aspectos negativos do Centro Hospitalar Barreiro/Montijo em vez de valorizar trabalho dos profissionais

O deputado do PSD, Bruno Vitorino, manifestou o seu desagrado pelas recentes declarações do presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) sobre o aumento do vencimento dos médicos e dos medicamentos do Centro Hospitalar Barreiro/Montijo, no âmbito do 5.º aniversário desta instituição.

“Lamento que o presidente da ARS tenha aproveitado uma iniciativa pública que visava assinalar o aniversário deste centro hospitalar para criticar determinadas situações, generalizando, dando a entender que os médicos ganham muito e mais que os seus colegas, e desvalorizando o que de bom foi feito nestes últimos anos”, considera.

Bruno Vitorino lembra que apesar de todas as dificuldades, os profissionais do Centro Hospitalar Barreiro/Montijo sempre cumpriram as suas obrigações com elevado grau de desempenho.

“Certas afirmações podem levar a que se crie situações desconfortáveis entre os médicos, ainda para mais proferidas pelo presidente da ARS. O que interessava era valorizar o trabalho de todos aqueles que contribuem para que este centro hospitalar continue a ser uma referência na região ”, refere.

“Espera-se que o Presidente da ARS seja um agente que resolve problemas e que motive os profissionais, e não o contrário”, acrescenta ainda Bruno Vitorino.

O deputado do PSD recorda que “aguardamos todos a conclusão das obras exteriores do Centro de Saúde de Santo António que, até há data, a ARS não conseguiu resolver. Sobre isto gostaríamos todos de ouvir o que presidente da ARS tem para nos dizer”.

 

PSD Distrital de Setúbal

Partilhe esta notícia