A Câmara Municipal da Moita pretende manter, em 2016, a redução de várias taxas previstas para as atividades desenvolvidas nos mercados municipais fixos, nas feiras e no comércio tradicional e local. Esta decisão tinha já sido tomada nos anos 2013, 2014 e 2015, como forma de incentivar e valorizar estas atividades económicas que, devido ao agravamento dos problemas económico-sociais, têm tido repercussões nefastas.

A Câmara Municipal entende que as atividades desenvolvidas nos mercados municipais fixos, pelos feirantes, vendedores ambulantes, agricultores e no comércio tradicional e local, funcionam como polos de importantes trocas comerciais e de criação de emprego.

Neste âmbito, na sua última reunião pública, realizada a 30 de dezembro, na freguesia de Sarilhos Pequenos, a Câmara aprovou, por unanimidade, o início do procedimento de elaboração do projeto de alteração do Regulamento de Taxas do Município da Moita.

Nesta reunião, foi também aprovada, por unanimidade, a atribuição de um apoio financeiro ao Instituto das Comunidades Educativas – ICE, no valor de 500 euros. Esta verba destina-se a apoiar a organização do II Congresso Distrital de Anciania. De referir que o ICE, em parceria com a Câmara da Moita e a Universidade Sénior da Moita, bem como com outras câmaras do distrito, promoveu, em novembro, no Instituto Superior de Saúde, o I Congresso Distrital de Anciania, um espaço de partilha e de reflexão sobre as problemáticas das pessoas de mais idade, mas também de convívio e de animação.

O calendário das reuniões, públicas e privadas, da Câmara Municipal da Moita para o ano 2016 foi igualmente aprovado nesta reunião e pode ser consultado em www.cm-moita.pt.

Partilhe esta notícia