A Associação 10 Milhões na Berma da Estrada vai realizar, no próximo dia 11 de junho (sábado), uma campanha de sensibilização ambiental com o lema “P’ró chão não! A beata chega ao mar.”. O encontro decorre entre as 8h30 e as 11h30, no paredão da Costa de Caparica (limite poente da Avenida 1 de Maio, e tem como objetivo alertar a população para o perigo das pontas de cigarro que não são tratadas como lixo e ameaçam o ecossistema, poluindo os lençóis freáticos, colocando em risco a vida marítima e entrando na cadeia alimentar.

Esta será apenas uma das muitas campanhas que temos vindo a realizar (todos os domingos, em locais diferentes) até porque a associação encontra-se a preparar a candidatura ao Guiness World of Records para a realização do “Maior Cordão de Beatas do Mundo”, à volta da baía do Seixal, prevista para 2018 (contamos com a colaboração da comunicação social para promovermos este evento e reunirmos um maior grupo de voluntários).

Nestas iniciativas semanais, podem ver os voluntários a criar, de facto, o cordão de beatas que, no final, esperamos que tenha uma extensão de 5 quilómetros, composto por cerca de 700 mil pontas de cigarro recolhidas do chão, em espaços públicos e praias, naquele que consideramos ser o território à que a associação se dedica. A 10 Milhões na Berma da Estrada começou com o lema “Pela Janela Não!”, alertando os condutores para o facto de alguns dos incêndios começarem a partir de beatas que eram atiradas pela janela das suas viaturas, em zonas de mata.

Este ano, mantemos o foco na proteção da floresta e no perigo da beata, com a realização das caminhadas “10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta”, que pretende unir algumas das zonas de floresta mais emblemáticas do país (Monsanto, Sintra, Mafra, Pinhal de Leiria, entre outros) em caminhadas organizadas (projeto segue em anexo). Teremos o apoio das autarquias por onde passarmos, a pé, e convidámos o Presidente da República para que dê a primeira passada. As 10 milhões de passadas só serão dadas se conseguirmos o número de voluntários  (qualquer pessoa pode inscrever-se e trazer amigos) que precisamos.

Partilhe esta notícia