O candidato do PSD à Câmara do Montijo, João Afonso, exige que a autarquia tome uma decisão relativamente à construção da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) em Canha, para acabar com a poluição da ribeira desta localidade devido à emissão dos esgotos a céu aberto.

Em visita à freguesia de Canha, no concelho do Montijo, o candidato social-democrata diz que a resolução deste problema só depende da vontade e da capacidade do município, nomeadamente do SMAS, cuja gestão tem sido feita por Nuno Canta, acusando ainda o atual presidente de Câmara e anterior vereador, “de nunca ter demonstrado sensibilidade para a resolução dos problemas do escoamento dos esgotos da cidade”.

“É uma vergonha o que se passa nesta freguesia, com esgotos a céu aberto a irem diretamente para a ribeira de Canha, sem qualquer tratamento. Para além de tudo isto, o município abandonou completamente a ribeira, tendo os seus proprietários tomado posse da mesma, impedindo o acesso dos cidadão e usando ilegitimamente as águas que são públicas”, denuncia.

João Afonso sublinha ainda que em Canha, os caminhos públicos estão a ser tomados pelos privados que os cortam, impedindo a livre circulação de pessoas, porque a Câmara não cadastrou os caminhos públicos.

“Este acumular de situações, muitas delas devido à negligência da Câmara Municipal e ao seu alheamento dos problemas dos cidadãos, só vêm confirmar aquilo que temos vindo a afirmar: Nuno Canta é o pior presidente da história do Montijo”, conclui.

 

Fonte:PSD

Partilhe esta notícia