No Seixal, está em funcionamento uma rede de cantinas sociais, no âmbito do Programa de Emergência Social, que fornece refeições diárias a famílias e pessoas carenciadas, através da participação de sete instituições do concelho.

Este apoio, de acordo com a autarquia, “destina-se a pessoas idosas com baixos rendimentos, famílias monoparentais com rendimentos reduzidos, famílias em situação de emergência temporária, pessoas com doença crónica, pessoas ou famílias em situação de desemprego múltiplo ou recente e pessoas que já recebam apoio social, desde que não seja no âmbito alimentar”.

Os pedidos de apoio podem ser encaminhados pelas entidades locais (câmara municipal, juntas de freguesia, escolas, centros de saúde, locais de atendimento de ação social, etc.), diretamente à entidade que promove a cantina social, que fará a avaliação social dos pedidos e a verificação dos critérios de acesso a esta resposta. As famílias também podem recorrer às cantinas sociais por iniciativa própria.

As instituições do concelho que fazem parte desta rede de cantinas sociais são a Associação de Reformados e Idosos da Freguesia de Amora (ARIFA), a Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Amora (AURPIA), a Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Corroios (AURPIC), a Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Miratejo (AURPIM), o Centro de Assistência Paroquial de Amora (CAPA), o Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Fernão Ferro (CPFF) e a Criar-T, Associação de Solidariedade.

Os critérios de fornecimento de refeições e os contactos das instituições participantes podem ser consultados na página dedicada à rede de cantinas sociais do Seixal.

Partilhe esta notícia