CDS-Partido Popular exige que o problema seja resolvido com a máxima urgência  

O CDS-Partido Popular Almada quer com o urgência que o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, possa dar explicações às notícias reiteradas na comunicação social acerca da falta de efectivos nos postos da GNR da Trafaria, na Costa da Caparica e na Charneca da Caparica no concelho de Almada, considerando a situação de extrema gravidade.

«É um autêntico convite ao crime e de passadeira vermelha estendida a quem pretenda cometer crimes nas três localidades com jurisdição da GNR no concelho» esclarece o deputado municipal do CDS-Partido Popular em Almada António Pedro Maco.

«Não me cansarei de denunciar estes casos gravíssimos da falta de condições no que respeita a efectivos e recursos materiais nas forças de segurança, mesmo que alguns persistam propositadamente em demonstrar o contrário, pois tenho o hábito de ir com a concelhia de Almada para o terreno ouvir e dialogar com as polícias» conclui o deputado municipal do CDS-Partido Popular.   

O partido em Almada lamenta que as forças de segurança sejam cada vez mais desprezadas por uma tutela que, por regra, se preocupa mais em levantar inquéritos e processos aos profissionais da segurança no exercício das suas missões do que propriamente lhes proporcionar as melhores condições para exercerem o seu trabalho em prol da segurança dos cidadãos.

Numa altura em que o RASI (Relatório Anual de Segurança Interna) apresenta uma subida da criminalidade, facto que já não acontecia há alguns anos, eis que no concelho de Almada, segundo consta, não há sequer efectivos suficientes para patrulhamento e cuidar da protecção dos cidadãos e dos seus pertences. 

A concelhia afirma ainda que não é admirar que factos como estes criem alarme social e um aumento do sentimento de insegurança cada vez mais enraizado ao mesmo tempo que se torna um chamariz a quem pretende praticar crimes. 

É preciso que a tutela demonstre a máxima confiança nas polícias para que estas se sintam motivadas e empenhadas no cumprimento do seu dever. 

O CDS-Partido Popular Almada vai continuar a defender as forças de segurança e a continuar a chamar a atenção para a resolução urgente dos problemas que afectam as nossas polícias e os seus profissionais.

O CDS-Partido Popular Almada