David Chambelo Gomes, 35 anos, licenciado em Gestão pela Universidade Nova de Lisboa, gestor de profissão, é a aposta do CDS-PP para os próximos dois anos no concelho de Almada.

Ao fim de seis anos, correspondentes a três mandatos à frente da Concelhia do CDS-PP Almada, o atual deputado municipal, António Pedro Maco, cessou funções sábado passado, dia em que se realizaram as eleições para a Comissão Política Concelhia do partido e a eleição do novo líder local.

António Pedro Maco, que agora terminou funções, considerou o balanço “bastante positivo”, tendo em conta que em 2009 “o CDS-PP em Almada praticamente não tinha expressão, tendo ao longo destes últimos anos conquistado o respeito de adversários e a confiança dos almadenses”.

O presidente cessante considerou ainda que o grande segredo para o crescimento e implementação do CDS-PP no concelho de Almada se deve à “persistência, dedicação, organização e, sobretudo, ao espírito de união e de equipa que se foi construindo ao longo destes anos”, agradecendo a todos aqueles que acreditaram no projeto e que se mantiveram firmes e convictos junto da concelhia.

Para o seu lugar foi eleito em lista única David Chambelo Gomes, que tem como objetivo dar continuidade ao trabalho que tem vindo a ser feito em Almada desde 2009, apostando para tal numa equipa concelhia praticamente renovada e equilibrada, tendo como principal fim a “consolidação e crescimento do partido no concelho, tal como ser alternativa credível e responsável ao PCP, que governa Almada desde as primeiras eleições no poder local democrático”.

“Captar mais militantes para a concelhia, criar uma maior dinâmica e intervenção dos militantes e dos munícipes para com o partido, apresentar propostas e projetos que visem, entre outros, apostar na criação da Marca Almada, atrair mais jovens para o concelho, atrair mais empreendedorismo e investimento, mais reabilitação urbana e do património histórico, reforçar o apoio às famílias em maiores dificuldades, incentivar o investimento no turismo, na agricultura local, na promoção dos produtos e das tradições locais, em mais segurança e melhores acessibilidades”, são algumas das propostas que o novo presidente da concelhia de Almada do CDS-PP deixou logo após o fecho das urnas.

No mesmo dia realizaram-se em simultâneo as eleições para a Mesa do Plenário Concelhio de Almada e a eleição de seis Delegados de Almada ao Conselho Distrital de Setúbal do CDS-PP.

Partilhe esta notícia