A presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP de Alcácer do Sal está profundamente desagradada com a falta de resolução do problema que enfrenta a Escola Secundária local, nomeadamente, a necessidade urgente de obras.

Para Teresa Noronha, que também é professora, há muito que a Escola aguarda o início das obras da responsabilidade da Parque Escolar, tendo em conta que a falta das mesmas está a provocar graves problemas no normal funcionamento da comunidade escolar.

Recorde-se que a Escola Secundária de Alcácer do Sal foi requalificada há cerca de seis anos, com um custo que rondou os sete milhões de euros. Contudo, e apesar dos elevados montantes envolvidos, foi rápida a deterioração das instalações, com particular destaque para o pavilhão desportivo, sala dos assistentes operacionais e inclusive, nalgumas salas de aula que, por isso, se encontram fechadas.

Teresa Noronha classifica a situação como “calamitosa”, devido aos transtornos que este impasse está a criar no funcionamento da escola, exigindo por parte das entidades competentes uma resolução urgente do problema.

Por fim, a presidente do CDS-PP de Alcácer do Sal, questiona ainda como é que se justifica que uma escola requalificada no âmbito do Programa de Modernização de Estabelecimento de Ensinos Secundário (PMEES), e estreada há cerca de seis anos, apresente já tamanha degradação.

 

Partilhe esta notícia