A proposta apresentada ontem em sessão de câmara pelo vereador do PSD, Bruno Vitorino, para acabar com os dejetos caninos nos passeios do Barreiro, foi chumbada por CDU e PS.

 

O social-democrata diz “lamentar profundamente” que comunistas e socialistas partilhem a mesmas visão de cidade e que se recusem a ver os problemas que estão à vista de todos.

“A defesa da qualidade e limpeza do espaço público tem tudo a ver com a qualidade de vida dos barreirenses e da imagem do Barreiro enquanto cidade”, afirma.

A proposta previa a construção de uma rede de casas de banho caninas no concelho, bem como uma alteração da atitude passiva do Município em relação aos donos dos animais que não recolham os dejetos dos seus animais, passando a aplicar multas a quem não cumpra as regras de civismo e de vida em sociedade.

O regulamento Higiene Urbana da Câmara prevê a aplicação de coimas de 1000 euros para quem deixar os dejetos do seu cão no chão, o que Bruno Vitorino considera excessivo. “Mais vale ter uma multa de 75 euros, mas que seja aplicada, do que uma multa de valor absurdo, mas que nunca é aplicada”, afirma.

O social-democrata critica ainda o facto de CDU e PS não resolverem os problemas e de não apresentarem soluções, limitando-se a chumbar sistematicamente todas as propostas do PSD que defendem um Barreiro mais limpo e recuperado.

 

Bruno Vitorino recorda que estes dois partidos também já chumbaram a sua proposta de descida do IMI para as famílias com filhos, da criação da polícia municipal e da implementação de um sistema de videovigilância nos pontos mais sensíveis do concelho, estas últimas com a justificação de que o Barreiro é uma cidade que não precisa de medidas deste género.

 

“Infelizmente os chumbos continuam, agora num conjunto de propostas de preservação e limpeza do espaço público, como a limpeza dos grafittis e nesta agora sobre a questão dos dejetos caninos, que continuam a proliferar nas nossas ruas”, realça.

“O PS tem tido uma postura vergonhosa nestas matérias. Dizem que são oposição, mas votam tudo ao lado da CDU, recusando-se a reconhecer os problemas. Não apresentam uma única proposta, mas criticam e chumbam todas as que apresento”, lamenta.

 

Contudo, Bruno Vitorino garante que vai continuar a apresentar propostas construtivas nestas e noutras áreas, defendendo que é preciso “mudar o Barreiro”.

Partilhe esta notícia