Cerca de 10 mil pessoas passaram pelo Jardim do Bonfim, em Setúbal, no fim de semana, para participarem no Há Festa no Parque, evento que incluiu diversas atividades lúdicas e pedagógicas para toda a família.

A comemoração do Dia Mundial da Criança e o final do ano letivo serviram de mote à nona edição do evento, organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, marcado por boa disposição e convívio em família.

 

Nos dois dias, entre as 10h00 e as 19h00, as cerca de 10 mil pessoas que passaram pelo Jardim do Bonfim tiveram a oportunidade de participar em atividades gratuitas como ateliers de origami, de modelagem de balões e de pinturas faciais e de murais, espaços de saúde e nutrição, percursos de atletismo, arborismo, parede de escalada, eurobungy e slide.

 

O programa proporcionou, igualmente, uma feira do livro, animações de leitura, teatro, uma exposição de projetos desenvolvidos pelas crianças ao longo do ano letivo e a Mostra de Cursos e Formação, a qual permitiu aos jovens conhecerem a oferta das diversas escolas profissionais e do ensino superior, bem como de empresas.

A Liga Portuguesa Contra o Cancro também marcou presença no Há Festa no Parque com um espaço de aconselhamento sobre a identificação dos sinais do cancro da pele, bem como a PSP com a divulgação do programa “Estou Aqui”, de distribuição de pulseiras gratuitas para ajudar pais e educadores a localizar crianças entre os 2 e os 10 anos que estejam perdidas.

 

O Centro de Formação de Atividades Náuticas, com uma mostra do trabalho que tem levado milhares de crianças e jovens do concelho a participar em atividades de canoagem, remo e vela no rio Sado, e o projeto Animarq, do Arquivo Municipal de Setúbal, foram outros projetos em destaque no Há Festa no Parque.

 

De salientar, igualmente, uma animação de rua com o TAS – Teatro Animação de Setúbal e a cooperativa GATEM – Espelho Mágico, demonstração de atividades culturais e desportivas por diversas coletividades do concelho e espetáculos de palco com dança, música e teatro.

 

O Há Festa no Parque promove o trabalho feito pelo município e outras instituições na área da educação e os princípios da Carta das Cidades Educadoras e valoriza a escola, as aprendizagens e aquilo que alunos, professores, educadores e pais e encarregados de educação desenvolvem.

Partilhe esta notícia