A Praceta da Solidariedade, sita no bairro da Camarinha, voltou a ser contemplada com uma edição da iniciativa “Cinema na Rua”. O evento, que decorreu no sábado à noite, proporcionou à população uma excelente sessão de cinema, gratuita e de acesso livre.

O anfiteatro da Praceta da Solidariedade foi palco da exibição do filme português “A Mãe é que Sabe”, uma comédia que conseguiu comover o público, embrenhado na bem disposta e nostálgica história de uma família que partilha recordações de um ente querido falecido.

A película, realizada por Nuno Rocha, proporcionou um agradável serão à audiência, maioritariamente composta por pequenos núcleos familiares, fazendo-a soltar muitas gargalhadas e também algumas lágrimas.

Esta é a terceira sessão de cinema ao ar livre a realizar-se no território de S. Sebastião, incluída no programa “Cinema na Rua”, dinamizado pelo município e pelas juntas de freguesia, em parceria com a Associação Cinematográfica 50’Cus, com o objetivo de oferecer uma programação cinematográfica descentralizada, gratuita e aberta à participação de todos, criando igualmente diferentes espaços de fruição na cidade.

As próximas exibições estão marcadas para os dias 4 e 5 de setembro, às 21h30, respetivamente na Praceta das Amendoeiras, sita no bairro da Quinta de Santo António, e no Espaço Nosso Bairro, Nossa Cidade, na Bela vista. “Há Festa na Aldeia”, de Jacques Tati e “Miradouro”, de João Bordeira e Sérgio Braz D’Almeida, são as películas selecionadas para estas duas sessões.