O presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, afirmou durante a Reunião Ordinária Pública, realizada na passada quarta-feira, que apesar de existir “um interesse de princípio” da autarquia na instalação do novo terminal de contentores no Barreiro, enquanto não for conhecido o projeto na sua totalidade, não haverá uma “posição definitiva”.
“Estamos disponíveis para aceitar o terminal de contentores, desde que as questões técnico-portuárias, ambientais, de acessibilidade, de integração urbana e de desenvolvimento económico sejam consideradas”, salientou Carlos Humberto.
De acordo com o presidente do município, “os estudos continuam a ser feitos”, e da parte da autarquia permanece o desejo que “todos os problemas de uma infraestrutura deste tamanho sejam minimizados e todas as mais-valias potencializadas”.
Carlos Humberto acrescentou ainda que se pudesse decidir o futuro do porto, provavelmente “não fazia uma concessão portuária do futuro terminal” e “seria uma empresa pública a explorá-lo”.