O Protocolo de Cooperação entre a Câmara Municipal do Barreiro e a APB – Associação de Proprietários do Barreiro foi adiado. A data será, de acordo com a autarquia, posteriormente divulgada.

O protocolo tem como objetivo, entre outros, promover “a divulgação dos programas de reabilitação urbana de âmbito municipal e nacional, dos incentivos municipais e dos benefícios fiscais incidentes sobre o imobiliário sediado no Concelho, junto dos associados da APB”.

Para João Gouveia, presidente da APB, este é “momento de grande significado”. “É o reconhecimento do papel da nossa associação na sociedade barreirense, em especial junto dos proprietários e perante os desafios que o imobiliário enfrenta, designadamente na reabilitação urbana”, sublinhou.

Recorde-se que no último sábado, a Associação de Proprietários do Barreiro realizou uma conferência sobre a entrada em vigor da Lei 79/ 2014 que irá introduzir novas alterações no regime jurídico do arrendamento.

A advogada Madalena Alves Pereira, durante o evento, expôs as novidades legislativas e alertou os associados para contatarem a APB caso estejam a iniciar processos de atualização extraordinária de renda ou recebam dos seus inquilinos qualquer comunicação nos tempos mais próximos, uma vez que “a nova legislação, em alguns aspectos, pode significar uma aplicação retractiva dos preceitos legais”.

A direção da APB mostrou-se ainda disponível para acompanhar os associados no procedimento de revisão do IMI junto dos Serviços de Finanças competentes.

Partilhe esta notícia