Os candidatos da Coligação Portugal à Frente destacam o investimento feito pelo Governo na requalificação dos equipamentos de saúde no concelho da Moita, nos últimos três anos.

Na sequência de uma visita à Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Alhos Vedros, realizada ontem, Bruno Vitorino sublinhou que o Governo investiu mais nos últimos 3 anos nas unidades de saúde do concelho da Moita, do que foi investido em 15 anos por Governos anteriores.

“Esta tem sido uma preocupação do Governo, através do ACES Arco Ribeirinho, em requalificar equipamentos, melhorando assim as condições para profissionais de saúde e utentes”, explica o candidato.

Nos últimos três anos, têm sido feitas várias obras de melhoramentos nas unidades de saúde do concelho, nomeadamente nas freguesias da Moita, Alhos Vedros, Vale da Amoreira e Baixa da Banheira.

“Sem recorrer a obras megalómanas, é possível requalificar equipamentos e resolver problemas, como é exemplo a unidade de saúde em Alhos Vedros, onde numa primeira foi intervencionado o espaço de atendimento para os utentes e numa segunda fase a melhoria das condições para os profissionais de saúde”, acrescenta Bruno Vitorino.

Os candidatos da coligação desmentem a oposição, “que está sempre a dizer que o governo não investiu na saúde na região. Os factos provam o contrário: melhores equipamentos, mais médicos, mais pessoas com médicos de família”.

Por outro lado, os candidatos da Coligação Portugal à Frente, após visita ao União Futebol Clube Moitense, congratularam-se pelo apoio do Governo para a melhoria de infraestruturas, nomeadamente no arrelvamento do Campo do Juncal.

Cerca de 100 mil euros vão ser investidos na modernização do campo de futebol, em que mais de 54 mil euros são de apoio concedido pelo Governo, cumprindo-se assim uma antiga ambição dos dirigentes do clube e dos seus associados.

 

 

Partilhe esta notícia