O Sindicato dos Funcionários Judiciais anunciou uma paralisação nacional para 26 de setembro, seguida de um dia de paralisação em cada uma das 23 comarcas da reorganização judiciária, a partir de 1 de outubro. A comarca de Setúbal irá paralisar no dia 28 de outubro.

De acordo com o presidente do Sindicato, Fernando Jorge, é “necessário dizer basta” na greve nacional e nas paralisações diárias em cada uma das novas comarcas.

“Os funcionários judiciais estão desejosos de demonstrar a sua indignação e insatisfação”, afirmou o sindicalista, sublinhando que é urgente que o Ministério da Justiça contrate mais funcionários judiciais e resolva as questões “da aposentação e o acesso às categorias de chefia”.

Partilhe esta notícia