Comemorações: bombeiros sapadores – 233.º aniversário (com fotos)

A melhoria da qualidade do socorro em Setúbal e a elevada operacionalidade da CBSS – Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal foram destacadas, esta manhã, na cerimónia comemorativa dos 233 anos da instituição.

“Hoje celebramos 233 anos de vida de uma das mais prestigiadas e qualificadas companhias de bombeiros de Portugal. São profissionais altamente qualificados, que nos fazem sentir mais seguros, mais tranquilos no nosso dia a dia”, saudou o vereador com o pelouro da Proteção Civil Municipal, Carlos Rabaçal, na sessão solene que se realizou no Paços do Concelho.

O autarca vincou que a Câmara Municipal tem desenvolvido todos os esforços “para manter viva esta companhia de bombeiros, sempre com todo o sentido de responsabilidade que é exigível a quem tem de gerir recursos sempre escassos”.

O município investiu, nos últimos anos, na procura das soluções mais equilibradas para a gestão do sistema de proteção e socorro do concelho, “com coragem e responsabilidade” para promover a transformação que era “imprescindível”.

Esta aposta da autarquia, assim como “a dedicação e o profissionalismo de todos os elementos” da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal têm originado importantes mudanças, nomeadamente “mais eficácia na prestação de socorro e melhor racionalidade do investimento municipal neste setor”.

Carlos Rabaçal assegurou que a Câmara Municipal continuará a desenvolver e a melhorar a estratégia que tem conferido “maior qualidade ao dispositivo municipal de proteção civil”, meta para a qual contribuirá, igualmente, “a consolidação das mobilidades e a abertura de concurso para as restantes progressões”

O autarca garantiu ainda o empenhamento do município noutras matérias importantes para a dignificação profissional dos bombeiros, nomeadamente a revisão do estatuto socioprofissional, atualmente em discussão entre autarquias e corpos de bombeiros e entre a Associação de Municípios Portugueses e o Governo.

“Acreditamos que, só graças a este profundo empenhamento do Executivo municipal e de todos os que integram esta companhia profissional, será possível continuar a fazer o caminho da valorização dos sapadores e uma continuada afirmação da CBSS no panorama da proteção civil nacional e internacional.”

Não é por acaso, acrescentou, que a CBSS foi recentemente convidada a participar no exercício da UME – Unidade Militar de Emergências de Espanha, a decorrer entre 1 e 5 de abril, em Jaca, nos Pirenéus espanhóis.

Um convite que resulta da “elevada operacionalidade e da qualidade dos Bombeiros Sapadores de Setúbal” e também da aposta que “o poder municipal tem feito, na última década, nesta área”.  

O estabelecimento de relações internacionais “intensas e profícuas” com instituições como a UME e a ASELF – Associação Espanhola da Luta contra o Fogo revela-se importante para os sapadores setubalenses, que, assim, ficam a conhecer outras experiências e têm a oportunidade de adquirir mais e melhores competências para o desempenho da “nobre e complexa missão que é o socorro”.

Os 233 anos de história em prol do socorro e a atividade operacional diferenciadora da companhia, nomeadamente dos grupos de intervenção química, de intervenção em meio aquático e de salvamento e resgate, foram realçados pelo comandante da CBSS, Paulo Lamego.

“Somos dignos de preservar o legado que os nossos antecessores nos deixaram. Fruto do vosso empenho hoje somos reconhecidos como uma unidade de excelência”, afirmou, dirigindo-se às várias gerações de bombeiros presentes sessão solene das comemorações do 233.º aniversário da CBSS, que começaram, às 09h00, com o hastear da bandeira.

Ainda no decorrer da sessão solene, foram impostas condecorações a 18 bombeiros que completaram 15, 20 e 25 anos de serviço efetivo, bem como foi entregue ao subchefe de 1.ª classe António José Maria de Carvalho o Crachá de Ouro da LBP – Liga dos Bombeiros Portugueses pelo “inexcedível empenho e dedicação às funções que sempre lhe foram conferidas”, segundo as palavras escritas por Paulo Lamego na proposta feita à LBP.    

A cerimónia comemorativa dos 233 anos, com a participação da banda do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, incluiu ainda uma demonstração das capacidades técnicas e operacionais da CBSS e uma romagem ao cemitério de Nossa Senhora da Piedade para deposição de flores no talhão dos bombeiros, em homenagem aos operacionais falecidos.

As comemorações terminaram no quartel com uma visita à pintura das instalações, que está a ser realizada, desde novembro, pelos bombeiros Pedro Jacinto, Rodolfo Batista e Hugo Alves, com tintas e materiais fornecidos pela Câmara Municipal.

A pintura da fachada do edifício, de bordeaux, “cor forte que dá presença ao quartel e combina com as cores utilizadas pela autarquia na pintura de outros equipamentos municipais, como a biblioteca e a Casa da Baía, está quase terminada”, relata Pedro Jacinto que conduziu a visita.

Falta agora pintar o interior, “com muito trabalho ainda pela frente” que os três bombeiros vão desempenhando quando estão no turno do dia, das 08h00 às 20h00.

No quartel, foi ainda possível admirar o trabalho realizado pelo chefe Grilo Marcos na recuperação de uma viatura histórica, que serviu de pano de fundo à foto de grupo tirada dantes do almoço convívio que encerrou as comemorações.

Fonte:CMSetúbal

Partilhe esta notícia