” CHEGA DE SANGUE E MORTE”

Marcha Lenta exige ação rápida para a reparação imediata do I.C.1 (E.N.5/E.N.120) entre Alcácer do Sal e Grândola

 

A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano quer manifestar a sua inteira solidariedade e apoio aos Utentes da via rodoviária I.C.1 (N.5/N.120), os quais levam a cabo no próximo dia 25 de Novembro, pelas 17 horas, uma marcha lenta automóvel sob o lema “Chega de Sangue e Morte”.

Após anos a fio em que o sangue e a morte brutal de muitos foi manchando o alcatrão da vergonha, os Utentes daquela via rodoviária, organizados na Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola, promovem agora esta iniciativa que visa exigir ao Governo a reparação imediata do troço da Estrada Nacional nº5 e da Estrada Nacional nº120, compreendido entre Alcácer do Sal/Palma e Grândola, dando cumprimento ao teor da Resolução da Assembleia da República n.º 138/2016, de 20 de Julho, a qual recomenda ao Governo a reparação e beneficiação urgente do IC1 no troço entre Alcácer do Sal e Grândola.

Esta iniciativa inicia-se às 17:00 em simultâneo nas duas localidades, com a concentração de utentes em Alcácer do Sal a ocorrer junto à Praça de Touros e a de Grândola junto ao Recinto da Feira (Lidl). Ambas irão iniciar a marcha lenta com destino a Castelo Ventoso, ao Km 10 da E.N.120, unindo-se nessa grande ação de luta, para regressarem em conjunto a Grândola, com a concentração a ocorrer junto do Monumento Comemorativo do 25 de Abril, naquela vila.

A Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano apela a todos os utentes daquela via e à população em geral que participe activamente nesta iniciativa, não deixando em mãos alheias a resolução dos seus problemas.

 

Pela Coordenadora das Comissões de Utentes do Litoral Alentejano

Partilhe esta notícia