Preocupado com as situações de carência que emergem no concelho do Seixal, nomeadamente pessoas despejadas ou prestes a serem-no, portadores de doenças graves ou idosas e sem família e que carecem de célere resposta da Câmara Municipal do Seixal às suas solicitações, mormente na possibilidade de impedir o despejo ou acesso a soluções sociais que materializem o direito à habitação, como partido humanista que foi, é e será, o PSD Seixal recomendou na Assembleia Municipal reunida em sessão ordinária datada de 25/02/2019, no âmbito do apoio à habitação social, que seja prestada à Assembleia Municipal, periodicamente:

  1. Informação sobre o estado da habitação social bem como a informação dos novos pedidos efetuados ao município;
  2. Criação de um observatório social para o registo e acompanhamento dos pedidos de habitação, independentemente do cumprimento de requisitos de enquadramento, com o objectivo de acompanhar e procurar soluções, ainda que em outras entidades, com vista à resolução das necessidades.

O PSD Seixal congratula-se pelo facto da recomendação ter sido aprovada com os votos a favor, além do PSD, do PS, CDS, PAN e Presidente da Junta de Freguesia de Fernão Ferro (Somos Fernão Ferro) e salienta, pela negativa, os votos contra da CDU e da abstenção do Bloco de Esquerda destacando neste ponto que, pelo que se constatam, estão ao lado dos mais carenciados apenas e somente na retórica bafienta, o que se lamenta.   

PSD Seixal, 26 de Fevereiro de 2019

Partilhe esta notícia