Esta semana iremos abordar algo novo para nós. O Estapafúrdios do Quotidiano irá desvendar alguns dos incríveis mistérios que se escondem por detrás do incrível e maravilhoso mundo da Sétima Arte: o Cinema! Numa semana em que só se tem falado sobre Sócrates, Sócrates e ainda mais Sócrates, decidimos ir até ao cinema adquirir um pouco de cultura. Ora vejam só o que descobrimos…

 

TOP Filmes da Moda:

 

1º Lugar: The Hunger Games – A Revolta.

Este filme, que estreou no dia 27 de Novembro, tem vindo a ser um enorme êxito de bilheteira em Portugal. “E porquê?”, perguntarão os nossos caríssimos leitores. Simples! Porque o povo português se identifica, completamente, com a história de Katniss Everdeen. Fomos falar com o grande perito da 7ª Arte: António Pedro Vasconcelos, que nos disse o seguinte: «Este filme retrata na perfeição o dia-a-dia do povo português. Estamos divididos em Distritos, trabalhamos até mais não, apenas para sustentar o Capitólio – que é como quem diz, o Governo –, não temos direito de escolha sobre praticamente nada na nossa vida e, de quando em vez, escolhem um ou dois populares para serem “lançados aos lobos”. É a analogia perfeita para Portugal… A única diferença é que temos mais distritos que os do filme!»

(Por enquanto, António Pedro Vasconcelos… Por enquanto. Lembra-te que também eles tinham 13 distritos. Até que alguns deles se revoltaram e quase acabaram aniquilados…)

 

2º Lugar: Interstellar.

“Num futuro, não muito distante, a Terra é um planeta devastado. Estudiosos, de todas as áreas, buscam mundos potencialmente habitáveis para que possam evitar a extinção da Humanidade” – Esta é história por detrás deste filme. Um filme que aborda uma temática já demasiado explorada. Então, se assim é, porque é que este filme tem tido tanto sucesso? Foi isso mesmo que quisemos saber e, por isso, decidimos ir falar novamente falar com António Pedro Vasconcelos… «Interstellar é um filme diferente de todos os outros. Neste filme conseguimos reunir fantasmas, extraterrestres, fantasia e ciência. Imagine um filme onde Gasparzinho, E.T., Mickey – Aprendiz de Feiticeiro se juntam todos para viajar na Starship Enterprise. Mas, em vez de se teletransportarem de um lado para o outro através de raios phaser, eles atravessam o espaço contínuo através de “buracos de minhoca” que estão espalhados por uma casa. Hum?! Perceberam?!»

(Sim… Percebemos… Percebemos que se calhar está na hora de começares a pensar em te reformares. Hum?… O que achas? Aproveitavas e levavas contigo o Harrison Ford. Diz que ele também já está um pouco velhote para estas andanças…)

 

3º Lugar: Virados do Avesso.

Mas se julga que só o cinema estrangeiro é que dá cartas em Portugal, desengane-se. “Virados do Avesso” é o novo filme português do momento. Com um elenco de luxo – Diogo Morgado, Nicolau Breyner, Jorge Corrula, Rui Unas, entre outros… –, este filme é merecedor de um lugar neste TOP. Fomos pedir a opinião de Diogo Morgado, sobre qual o motivo de tanto êxito: «Ai, filhos! Porque este filme é top! Top! Top! Só vos digo… É para rir até partir o cu! Ai, tonta… Lá estou eu outra vez. É para rir até cair de cu. Assim é que é. Desculpem, filhas. É que com tanta troca no filme: sou gay, não sou, sou gay, não sou, sou gay, não sou, então não é que agora acho que virei gay? Ou será que já era?! Aiii, que confusão!»

(Diogo… Essa desculpa das trocas no filme não pega. Se bem nos lembramos também já fizeste de Deus e não foi por isso que andaste por aí a fazer milagres… Ou será que andaste? Hum…)

 

Texto escrito por: Gil Oliveira & Ricardo Espada

Visite-nos em:

http://estapafurdiosdoquotidiano.blogs.sapo.pt/

Partilhe esta notícia