Numa altura em que o país está mergulhado num autêntico impasse político, visto que ainda não se sabe quem irá tomar as rédeas do país nos próximos anos, eis que surge uma notícia que salta à vista dos portugueses : a libertação de José Sócrates. O Engenheiro “Socas” (para os amigos financeiramente mais abastados…) assim que se viu livre da sua prisão domiciliaria tratou de ir visitar o amigalhaço “bochechas”! Perdão, o Shô Dr. Mário Soares, alegando que este tinha sido o seu melhor amigo durante todo o tempo de clausura. Mas o Estapafúrdios do Quotidiano descobriu que isso não é bem verdade… É que, segundo o que conseguimos apurar, antes do “Socas” ir visitar o Shô Dr. Mário Soares já ele tinha visitado outras três personalidades… Ora vejamos quem elas são:

 

 

1 — O Estafeta da Telepizza:

 

Assim que saiu de casa, Sócrates decidiu passar pela Telepizza para tratar de um pequeno assunto que lhe ficou atravessado na garganta (e como tal não lhe chegou ao estômago… AH! AH! AH! Perceberam?! Não?! Então esqueçam lá isso… )

 

Eh pá, ecoute une chose, ó Estapafúrdios… Je suis uma personne que não aprecia ficar pendurado. Eu fui Primeiro-ministro! As pessoas têm de me respeitar, pá! Le respect é trés bonito e eu gosto! Então, moi, depois de sair da choldra, choldre como dizem os Franceses, chegar casa com uma larica do camandro. É porque se há coisa que a prisão dá, é fome… Isso e gonorreia. Ora portanto, chego a casa cheio da fome, encomendo uma pizza e depois fico pendurado só porque o ignorante do estafeta não trouxe o raio da identificação com ele? La identificacion! Como é que isto é possível? Como é óbvio eu não podia deixar passar isto em vão, não é verdade?!  Assim que me deixaram sair de casa, peguei em mim, e fui até à Telepizza fazer queixa do serviço deles, une plainte, no livro de reclamações. Que é para saberem que não se brinca assim com um ex-primeiro-ministro… É que se calha a não ter Tulicreme lá por casa, tinha era comido … merde, como dizem os franceses! Nada porreiro, pá!”

 

(As desculpas que uma figura pública arranja só para tentar comer pizzas à borla… Ai, Sócrates, Sócrates… Quem te viu e quem te vê. Cá para nós o que tu querias mesmo que abrissem uma Telepizza lá no teu Freeport…)

 

 

2 — Juiz Carlos Alexandre

 

Depois de passar pela Telepizza, Sócrates seguiu para a casa do juiz Carlos Alexandre a agradecer o favor…

 

“Pá, depois de encher o bandulho de pizzas, fui até à casa do Carlos Alexandre para agradecer aquilo que ele fez por mim. As pessoas não sabem, mas ele salvou-me a vida com a história da prisão preventiva. É que, moi, depois de passar aquela temporada em Paris, fiquei completamente nas lonas. Aquela vida boémia não é fácil de manter… Os parisienses são um povo que gosta de se divertir, e eu não podia fazer má figura depois de ter sido Primeiro-ministro português. De modos que, se não fosse o meu amigalhaço Carlos Alexandre a enclausurar-me em Évora, eu tinha morrido à fome. Juro-vos! Já não tinha nem um tostão furado… “tuston furade”! Assim comi, bebi, usei e abusei do telefone e ainda fiz alguns bons amigalhaços lá dentro da prisão. Aquilo sim, é gente que sabe muito… É gente com experiência na gatunagem, na ladroagem e na vida sexual… Ups, quer dizer, da vida sexual não aprendi nada. O quê?! Aquela história do sabonete? Não! Isso são tudo boatos… Eu nem sequer levei sabonete. Lá dentro só usei shampô e gel de banho, só para vocês verem!”

 

(Ora portanto a ver se nós percebemos… Da vida sexual não aprendeste nada. Então e da parte da gatunagem e ladroagem, hum…? Será que nesses campos tiraste uma ou outra ideia ou eras tu quem dava essas disciplinas na prisão?! Quanto a parte do sabonete achamos que fizeste muito bem… Seu maroto!)

 

 

3 – António Costa:

 

A terceira visita de José Sócrates, antes de Mário Soares, foi no mínimo… Curiosa.  José Sócrates foi visitar o líder do PS – António Costa – com o intuito de cobrar um favor à muito esquecido…

“Epá, então mas qual é a dúvida… O Costa é meu amigo! Claro que fui visitar o Costa. Toda a gente sabe que “é do Costa que o Povo gosta! É do Costa… É do Costa que o povo gosta… É do Costa! E eu sou um tipo do povo. Se o povo gosta do Costa, então eu gosto do Costa. Ah! E claro, tinha que cobrar aquela dívida que ele tinha para comigo acerca do lugar na câmara de Lisboa. Sim… Porque se não fosse eu a mandar nisto tudo o Costa nunca chegava lá. Nem com os votos todos da malta do Martim Moniz. Ora portanto, assim que eu soube que havia a possibilidade do Costa vir a ser eleito Primeiro-Ministro eu tive que lhe dar uma palavrinha. O quê?! Se eu quero um lugar no poleiro?! Claro… que não! Era só para lhe dar o meu apoio.”

 

(Sim, Sócas! Nós sabemos que tu és um tipo que gosta muito de dar e receber apoios”. Deve ter sido uma mania que apanhas-te lá na prisão. Ou será que quando foste para Évora já gostavas de ter alguém que te “apoiasse”?! Hum…?! E esta hein…)

 

 

Visite-nos em:

http://estapafurdiosdoquotidiano.blogs.sapo.pt/

E faça like na nossa página do Facebook:

https://www.facebook.com/EstapafurdiosDoQuotidiano

Partilhe esta notícia