Incêndio Pedrogão Grande

Uma verdadeira tragédia aquela que se abateu  em Pedrogão Grande com um incêndio que consumiu mais de 26 mil hectares, provocando 64 mortos e deixando 254 feridos (sete dos quais em estado grave).

Acho que agora não é hora de se fazerem acusações, mas sim de fazer o máximo para ajudar as pessoas afectadas, no entanto terão que ser averiguadas as responsabilidades do sucedido.

Mas fico pensativo quando António Salgueiro, que é um dos maiores especialistas nacionais em fogos florestais, afirma que o nosso sistema está manipulado para “promover determinados corporativismos”.

E ainda, depois de nos fazerem crer que este incêndio tinha sido de forma natural, venha agora Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros dizer que: “Eu tenho para mim de que o incêndio teve origem em mão criminosa”.

Listas Autárquicas

Recordo, por fotografias e imagens, a grande participação e alegria nas eleições logo a seguir ao 25 de Abril e também na década de 90 a participação na elaboração das listas autárquicas.

Hoje sei que a abstenção no Distrito de Setúbal é cerca de 60 % e que os autoproclamados líderes regionais tem grandes dificuldades em fazer listas para se apresentarem ao sufrágio.

As pessoas cada vez mais se demitem do seu direito de cidadania e a constituição das listas é feita com menos qualidade.

Conferência sobre a Eutanásia

Com entrada livre, é já amanhã pelas 21 horas na Igreja de Santa Maria no Barreiro que se irá realizar uma conferência subordinada ao tema: «Afinal, quem é o Homem? O erro da eutanásia».

Com um painel diversificado que conta com a presença de Sofia Guedes, do Movimento Stop Eutanásia; Susana Parente, médica; Francisco Alvim, jurista e Tiago Amorim, filósofo.

Será um bom período de reflexão para quem discute esta questão de forma séria e consciente.

Para pensar:

Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.”

George Orwell

claudioanaia@gmail.com

Partilhe esta notícia