Os deputados do PSD do distrito de Setúbal manifestaram a sua preocupação pela dificuldade em conseguir preencher as vagas para médicos especialistas que são abertas pelo Governo para unidades de saúde fora dos grandes centros urbanos, como é o caso da Unidade Local de Saúde Litoral Alentejano E.P.E.

O deputado social-democrata, Pedro do Ó Ramos, refere que numa recente visita ao Hospital do Litoral Alentejano, foi confrontado com a falta de profissionais nesta Unidade Local de Saúde para responder às necessidades dos utentes, nomeadamente a carência de médicos.

“Apesar do Governo ter vindo a permitir a abertura de concursos para especialistas na tentativa de minimizar esta situação, tem-se verificado uma clara dificuldade em conseguir preencher essas vagas”, sublinha.

Pedro do Ó Ramos explica que em 2013 e 2014 e de um total de 117 vagas atribuídas, só foi possível preencher, para já, 7, sendo uma das principais razões, a falta de incentivo à fixação de profissionais fora dos grandes centros urbanos.

Deste modo, os deputados do PSD esperam que o Governo pondere a criação de incentivos para fixação de médicos fora dos grandes centros urbanos, tendo já questionado o Ministério da Saúde sobre esta hipótese.

Partilhe esta notícia